Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Pensamentos Nómadas

Nomadic Thoughts - Pensées Nomades - Кочевые Мысли - الأفكار البدوية - 游牧理念

Pensamentos Nómadas

Nomadic Thoughts - Pensées Nomades - Кочевые Мысли - الأفكار البدوية - 游牧理念

Venezuela: portugueses e restantes ocidentais perderam a capacidade de raciocinar! (PARTE 6), por Luís Garcia

07.03.19 | Pensamentos Nómadas

capa 6

 

Luís Garcia  POLITICA  Sociedade

 

MAIS Liberdade de expressão e propaganda

Viu a censura que o Twitter fez a um dos tuites que partilhei na 5ª parte? Não? Veja:

 

2019-03-08 00-37-24 Screenshot.png

 

Diz o Twitter que "Não lhe podemos mostrar tudo!" e que "Nós automaticamente escondemos fotos que possam conter conteúdo sensível". Mas qual sensível qual quê tresloucados zombies? O que há de sensível nisto? Veja:

 

2019-03-08 00-44-09 Screenshot.png

 

A imagem é de uma digitilização de um documento oficial da admnistração canadiana, informando que o governo canadiano decidiu censurar a venezuelana Telesur durante a cimeira do Grupo de Lima no Canadá! Escandaloso sim (o comportamento canadiano)! Sensível não!

 

Sensível o quê? O palavreado canadiano? A bandeira do Canadá? O e-mail (de conhecimento público) do governo canadiano?

 

Não me contem estórias!  Este é um exemplo perfeito que ilustra bem o tema dessa mesma 5ª parte e desta 6ª parte: Liberdade de expressão e propaganda!!!

 

Porque não, não há nada de sensível, a não ser que a vergonhosa verdade factual (Telesur sendo censurada) na forma de digitalização de documentos oficiais do governo canadiano seja "sensível" para o Twitter! 

 

Pois, é sensível mostrar um exemplo de censurar ocidental, visto que pode dar barraca, não é? E qual é solução ocidental para tapar "sensíveis" censuras ocidentais?

 

A solução é mais censura ocidental ao tuite que denúncia esse exemplo de censura ocidental! Que ciclo vicioso! Que orwelliana palhaçada!

 

E sim, caro leitor, a troglodita ovelha zombie tuga engole isto tudo, tudo isto e muito mais, pois tem uma garganta sem fundo para lavagem cerebral e doutrinação do género! Irra!

 

*

E a liberdade de expressão no nosso irmão Brasil? Querem falar de ataques à liberdade de expressão e propaganda no Brasil do fascista Bolsonaro? Ficávamos aqui o dia todo! 

 

No Brasil, o fascista Bolsonaro vai dizendo de boca aberta e em directo que vai acabar com o financiamento às artes e à cultura, por "serem de esquerda" e por "trazem ideias perigosas". Vejam o que Bolsonaro está fazendo no Brasil e depois reflictam caros, tugas acéfalos, sobre a vossa falta de vergonha de acusar Maduro pelo o que ele não faz, enquanto não acusam nem criticam Bolsonaro pelo que ele faz e admite fazer,  e prova que faz, e promete de boca aberta que fará! Irra!

 

2018-10-31 00-34-45.PNG

 

E a liberdade de expressão no Ocidente, onde o seu sempre muito pró-imperialista Conselho Atlântico arma-se agora também em Guardião da Verdade, em zelador de uma ocidental novilíngua?

 

E que tal a liberdade de expressão nos EUA onde um jornalista é demitido pela CNN depois de dizer verdades inconvenientes sobre o apartheid israelita que oprime e humilha milhões palestinianos?

 

 

E que tal os EUA, onde uma jornalista iraniano-americana, funcionária da iraniana PressTV, é presa indefinidamente, sem acusação, sem explicação alguma?

 

 

 

Leia, a propósito, Trump’s Anti-Iran Campaign & NDAA Clause Behind ‘Inhumane’ Detention of PressTV Anchor Marzieh Hashemi.

 

E que tal os EUA, onde norte-americanos querem proibir os seus próprios cidadãos de fazer campanha pelo boicote a produtos do estado terrorista de Israel (pese embora a sua Primeira Emenda)?

 

 

Para os governos do Ocidente vale tudo! Para os criminosos golpistas venezuelanos escolhidos a dedo e apoiados pelo EUA e EU vale tudo. Para os média ocidentais vale tudo. O tuga diz que sim e pede mais: "mééééé"!

 

E depois a Venezuela é acusada de ser o que não é, e o tuga bate palmas a essas balelas que lhe espetam! E adora os EUA e a democracia e a liberdade de expressão que lá não há! E tem raiva a Maduro por aquilo que ele não é e por aquilo que ele não faz! Santa inocência! Santa ignorância! Santa imbecilidade!

*

E, para falar de liberdade de expressão e de propaganda, ao mesmo tempo, em relação à Venezuela,  que dizer dos média venezuelanos que participaram abertamente no golpe de estado de 2002, e sabiam de antemão que ia ocorrer, e estavam por dentro, e ajudaram a implementar? Hein?

 

Pois, foram todos amnistiados por Chávez. Nos EUA ficavam o resto da vida presos. Apelar à morte do chefe de estado em directo, ofender, apelar à violência e a medidas inconstitucionais... Tente, caro leitor, fazê-lo em Portugal e depois conte-me como correu a brincadeira!

 

Assista a A Guerra Contra a Democracia, a A Revolução Não Será Televisada, e constate tudo isso, como os média participaram, como jornais como El Universo e El Nacional venezuelanos participaram, sim, participaram activamente no golpe de 2002, anunciaram-no antes de acontecer, noticiaram mortes que ainda não tinham ocorrido (portanto cúmplices) e que, mais tarde, depois de ocorrerem mesmo, veio a saber-se serem obra de mercenários estrangeiros (leia o livro Abril golpe Adentro e assista ao documentário Puente Llaguno Claves de una Masacre).

 

E essas canais de televisão como a Globovision ou jornais como El Nacional continuam abertos e a funcionar e a apoiar mais tentativas de golpes e mais terrorismo económico! Isto num país onde a nossa RTP dizia, há dias, que o governo fecha os meios privados! Imagine-se! Para a RTP e restantes média ocidentais, preto é branco, guerra é paz!

 

Leia, por favor, livros como Dictatura Mediática en Venezuela - Investigación de unos medios por encima de toda sospecha, de Luis Britto García, ou como Psicoterrorismo Mediático, La Disociación Sicótica, de Erick Rodríguez Miérez, para perceber como todo este jogo de manipulação funciona no caso da Venezuela e se safa em total impunidade. E leia livros como La guerra mediática contra Venezuela, para perceber o quão distorcida e manipulada é a realidade venezuelana por porcos órgãos de mentira ocidentais com o espanhol ElPais.

 

Na Venezuela há mais de 100 canais de TV privados, centenas de jornais e revistas privados, todos pertencentes a oligarcas que participam na destruição económica do país e que ilegalmente apelam a crimes contra a nação e continuam abertos! E os seus continuam milionários e à solta!

 

Na Venezuela, há uns poucos canais públicos, como a VTV. Guaidó e seus compinchas já apelam ao encerramento da VTV, como se temessem as verdades que nelas são ditas. O mesmo fez Carmona, o presidente golpista que em 2002 durou 48 horas? Que mais é preciso dizer e mostrar para que a ovelhada tuga e a ovelhada ocidental deixe de ser ovelhada e volta a ser humana, racional, humanamente racional! Irra, que desespero!

 

Na Venezuela há o que mais nenhum país do planeta tem: MEIOS DE COMUNICAÇÃO COMUNITÁRIOS. Meios de comunicação comunitários são meios financiados pelo estado (infraestrutura, meios técnicos, equipamento, etc) postos à disponibilidade do povo, das comunidades, de quem quiser e tiver informação para partilhar. O estado paga, financia, mas não os controla, quem os controla é o povo (que quiser participar). Não são nem produzidos por corporações privadas nem pelo estado, mas sim pelo povo!

 

Haverá neste mundo melhor exemplo de liberdade de expressão do que este! Estou certo que não. Prove o leitor o contrário. Ou cale-se.

 

E, no entanto, vezes sem conta, estes meios de comunicação comunitários são destruídos, vandalizados, queimados pelos terroristas "opositores"! Propriedade pública, cara, caríssima, ao serviço de quem quiser se exprimir, destruída pelos mesmos que acusam Maduro de ser um ditador, pelos mesmos que se dizem defensores da liberdade! Como assim?

 

E porque raio, caro leitor, esses choramingas de "jornalistas" da RTP, SIC e TVI nunca, nas suas tristes e miseráveis vidas de prostituição, nunca noticiaram nenhum ataque a este tipo de média nem nunca choramingaram os atropelos a esses seus comunitários colegas de profissão? 

 

E o tuga, o tuga lobotimizado, o tuga zombie, o tuga ovelha, não sabe de nada disto porque não quer saber nada disto! Não tem desculpa, irra!

 

E onde estão os meios comunitários portugueses onde eu possa (e outros como eu possam) publicar este mesmíssimo artigo que lê agora? Irra, que infinita paralisação mental colectiva que por aí reina, para acharem que em Portugal há liberdade de expressão e que na Venezuela não!

*

Mesmo para acabar, e porque o tuga se "interessa" tanto por eleições em estados não democráticos, olhemos os... uí, "magníficos" exemplos da Indonésia e Tailândia! Não, não há nada sobre as farsas de eleições anti-democráticas na RTP, SIC ou TVI? Ora bolas, tanta inocência! 

 

"Eleições" daqui a dias na Tailândia, e "eleições daqui a um mês na Indonésia e os vossos média de mentira e propaganda predilectos ainda não voz disseram nada? Mmmm, como assim? Será que ignoram por completo o que aqui e ali se passa? Será que não convém falar? Será porque gastam o tempo todo de antena discutindo pateticamente a indiscutível validade das eleições venezuelanas de há quase um ano? Quem assiste a propaganda dessa é que é culpado! A culpa é da ovelha tuga que não desiste de ser lobotimizado! Que voluntariamente até pede para ser lobotimizado!

 

Senão, como vos pode escapar que, na Indonésia, onde se mataram milhões de comunistas, ateus e chineses após o golpe de estado patrocinado pelos EUA em 1965, aí, nessa espantosa "democracia", é ilegal ser comunista ou ateu. Aí há museus anti-comunistas. Aí, partidos de esquerda não podem participar nas eleições convocadas para o mês que vem. Aí, neste momento, as muito "democráticas" autoridades locais andam queimando em praça pública literatura de esquerda.

 

E, da boca do jornalista tuga, nada, nadinha!

 

O jornalista tuga até orgasmos tem e se espuma todo, de manhã à noite, acusando a Venezuela de ser uma ditadura opressiva, mas da sua bocaq  não sai nada sobre o genocídio indonésio na Papua, nada sobre a destruição de livros, nada da ostensiva proibição de partidos, nada sobre a ostensiva prisão de candidatos...

 

E o tuguinha ainda acredita que a TV tuga lhe conta a verdade e nada mais que a verdade, e que não lhe omite nenhuma importante verdade... "méééééé"!

 

Quanto à Tailândia, idem-aspas. Tal como a Indonésia, é um estado não democrático patrocinado pelos EUA. O último governo democraticamente eleito foi derrubado por um golpe militar que resultou em horríveis coisas que não vou escrever aqui mas que são fáceis de encontrar na internet.  

 

No fim deste mês, se a junta militar no poder não adiar uma vez mais, haverá finalmente "eleições" para eleger um novo governo. Mas, vista a forma como as autoridades deste país ameaçam certos candidatos e cantam certas músicas em alusão a certas percas de vida no passado às mãos de certas outras autoridades da mesma natureza,  é difícil haver eleições a sério.

 

Não afirmo, apenas pergunto: haverá aqui, na Tailândia, verdadeira liberdade de expressão para o que quer que seja?

 

O caro leitor, se não souber responder, tente informar-se antes de me responder de volta. 

 

Eu passo-lhe uns exemplos, mas só dos mais suaves: 

 

Se quiser realidade nua e crua, o melhor é seguir bravos tailandeses como este, que diz tudo, mas fora da Tailândia, ora pois claro:

 

E então, a RTP e a CMTV não têm ligação de internet par ver o que se aqui? A agência LUSA anda onde, anda à "caça aos gambuzinos"? E o Zé dos Caracóis da minha aldeia e todos esses Zés dos Caracóis de Portugal, ainda crêem e querem crer que a TV tuga os informa e lhes conta a verdade? 

 

Tanta e tão grande ignorância e inocência por essas terras do nosso grande José Saramago!

 

CONTINUA (leia as seguintes partes aqui)

 

Luís Garcia, 08.03.2019, Bang Sarai, Tailândia

 

 

Vá lá, siga-nos no Facebook! :)
visite-nos em: PensamentosNómadas