Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Pensamentos Nómadas

Nomadic Thoughts - Pensées Nomades - Кочевые Мысли - الأفكار البدوية - 游牧理念

Pensamentos Nómadas

Nomadic Thoughts - Pensées Nomades - Кочевые Мысли - الأفكار البدوية - 游牧理念

Venezuela: portugueses e restantes ocidentais perderam a capacidade de raciocinar! (PARTE 5), por Luís Garcia

07.03.19 | Pensamentos Nómadas

capa 5.jpg

 

Luís Garcia  POLITICA  Sociedade

 

Liberdade de expressão e propaganda

Comecemos com patética propaganda que só ovelhas ocidentais muito ovelhadas podem engolir: Nicolás Maduro Ameaça Matar Tropas dos EUA se Estas Invadirem a Venezuela!

 

 

Que simplista propaganda só para quem perdeu a capacidade de raciocinar!

 

Em primeiro lugar, para quê manipular as emoções do leitor com uma fotografia intencionalmente mal escolhida, mostrando o presidente da Venezuela enervado ou chateado, para que bem se transmita a (falaciosa) imagem de maluco tresloucado, não é? Quem (supostamente) tem razão e é dono da verdade absoluta, não deveria necessitar de utilizar tão baixos golpes, certo? 

 

Em segundo lugar, a sério? Querem me fazer crer que, caso os criminosos e terroristas EUA invadam mais um país, iremos ser convidados a culpar o agredido (Venezuela) e não o agressor (EUA) por matar militares inimigos? Santa paciência, essa será apenas um consequência natural da criminosa e ilegal agressão imperialista à Venezuela!

 

Sim, serão mortos! Quais mais melhor! Todos, se possível! Pois sim! E não serão só as forças militares venezuelanas do país que resistirão e os matarão aos agressores, mas sim uma nação inteira, orgulhosa da sua soberania, amante da sua liberdade, bem informada e absolutamente comprometida! 

 

Ora essa, trocar a ordem temporal, querer trocar acção (terrorista) por reacção (legítima), para que se possa denegrir Maduro! Então façam o mesmo com a Segunda Guerra Mundial e culpem meia Europa de ter morto invasores soldados Nazis!

 

Então façam o mesmo e culpem o Vietname ou o Laos por terem sido selvaticamente destruídos e chacinados pelos EUA!

 

Culpem os africanos por terem sido escravizados, comercializados e mortos por portugueses ou ingleses! Santa estupidez!

 

Mais, e essa triste propaganda barata de quem perdeu a capacidade de raciocinar e se dá ao luxo de chamar ditadura a um dos mais democráticos estado da terra? E se dá ao luxo de não respeitar resultados eleitorais democráticos (vontade popular), e que não sabe fazer contas de somar e de subtrair! Nem digo muito, basta olha para os números (ciente que as eleições venezuelanas são as que sistematicamente recebem mais observadores internacionais creditados, inclusive muitos dos EUA e UE, sem que estes nunca detectem problemas graves nenhuns):

 

 

 

Mais: propaganda só para quem perdeu a capacidade de raciocinar e/ou para completos atrasados mentais. Vejam a ignóbil AFP (uma agência "noticiosa" francesa, propaganda desse terrorista estado francês, sim terrorista, porque aterroriza milhões em África, Médio Oriente e resto do mundo. E não me venham pedir para ser politicamente correcto pois este mesmo estado terrorista francês usa erradamente o mesmo termo para falar do Irão, Rússia ou Venezuela!) fazendo igualmente ignóbil propaganda anti-Venezuela. Esses vampiros da AFP acham que a Venezuela não tem o direito de proteger as suas fronteiras do terrorismo ocidental? E se se tratasse das fronteiras francesas, seus imperialistas com sangue humano nas mãos, diriam o mesmo?

 

 

 

E que sabe a AFP de engenharia civil ou construção de pontes? Como é que sabem que a ponte não aguenta com 3 ou 4 contentores cheios de areia? Fizeram as contas, foi? E o leitor ocidental, engole esta trapalhice? E se fossem 20 camiões transportando 20 contentores cheios de areia numa Venezuela sob ditadura gringo-guaidoiana, será que a ponte já aguentaria?

 

E por que me falam da reacção (bloquear a ponte) e não das acções criminosas patrocinadas pelos Ocidente, que ali ocorreram recente e que tão bem documentadas estão na parte 4 desta série de artigos?

 

Simples, porque não têm razão, e quem não tem razão desvia a atenção, engana, distorce a realidade, mente, aldraba, manipula...

 

Mais: propaganda vergonhosa, vil, sem escrúpulos. Propaganda na forma de reciclagem de imagens de outros conflitos e países, para depois serem atribuídas ao governo legítimo da Venezuela e seus forças de ordem, exactamente o mesmo vergonhoso jogo de manipulação de que a Síria é vítima e sobre o qual tanto já publiquei também.

 

Com lixo jornalístico deste prova-se 2 pontos de uma assentada: primeiro, que os média ocidentais não têm o mínimo escrúpulo quando chega a hora de mentir; segundo, se é preciso forjar provas contra a Venezuela onde existem centenas de média privados anti-governo e onde se encontram centenas de média ocidentais interferindo contra o governo legítimo do país, então é porque não conseguem encontrar verdadeiras provas de crimes das forças do governo, isto é, o governo venezuelano não oprime nem reprime coisíssima nenhuma:

 

 

 

 

 

Veja o resto (muito mais) neste artigo da Venezuelanalysis:

 

Mais propaganda de merda: igual a isto vejo eu nas ruas de Lisboa ou de Jacarta ou de Banguecoque, e o mesmo se passa nos EUA, tudo países que não sofrem com embargos, fará se sofressem! Vejo muito mais disto em países capitalistas ou em estados vassalos de países capitalistas, do que em estados socialistas, razão pela qual facilmente se conclui ser esta um perfeito exemplo de maliciosa e falaciosa publicação:

 

 

E propaganda também é falar de venezuelanos fugindo aos milhões para a Colômbia. Mentira!

 

E falta de liberdade de expressão é não se poder dizer que milhões fogem das gringas guerra de drogas, indo da Colômbia para a Venezuela. A RTP ou a SIC não sabem? Ora bolas? Nunca ouviram falar de um organização chamada ONU? Ora essa!

 

 

Mais, olhem para esta propaganda da treta, sobre a Venezuela, de disse que disse de forma anónima, por que isto e aquilo e aquele outro (provas tá quieto):

 

2019-02-02 01-40-09.JPG

 

Mais propaganda e mentira de um político gringo ligado à máfia cubana de Miami (e ex-candidato às primárias do orwelliano regime gringo):

 

2019-02-09 10-03-59.JPG

 

Desmontemos as grotescas mentiras deste aldrabão. Primeiro, Trump está-se borrifando para a Venezuela e quer é petróleo, ouro e diamantes, assim como, como sempre, destruir bem sucedido socialismo para depois dizer que provou ter esse fracassado. Até já cansa a receita.

 

Segundo, não há emigração em massa da Venezuela para a Colômbia e, se houvesse, seria culpa dos dos últimos 6 anos consecutivos de guerra económica ocidental contra a Venezuela. Para o provar estão todos os indicadores oficiais que demonstram ser a Venezuela bolivariana um excepcional exemplo de melhoria da qualidade de vida de todos os seres humanos que nela habitam (ler The Chávez Administration at 10 Years: The Economy and Social Indicators e Venezuela cumple las Metas del Milenio 2010). Para provar a culpa da criminosa guerra económica ocidental contra a Venezuela, existe um imenso trabalho de investigação (uma boa parte pode ser encontrado no meu artigo Venezuela para norte-americanos e europeus totós,) e do qual destaco o livro A Mão Invísivel do Mercado: Guerra Económica na Venezuela (2012-2016) que pode ser lido em espanhol aqui ou inglês aqui.

 

Terceiro, a Colômbia e os EUA não são países "chave" na luta contra o tráfico de drogas mas sim chave na sua produção e proliferação. Provas não faltam, mas não é o tema deste artigo. E Venezuela traficando droga par os EUA? Ora essa, onde? Como? Quando? Provas, por favor! Mentir é fácil, e vergonhoso quando quem acusa a Venezuela de traficar drogas é um membro da máfia cubana em Miami e candidato a governar o país que mais lucra com (e consome) a heroína que produz no Afeganistão e a cocaína que produz na Colômbia! Que simplista argumentação falaciosa! Que imbecil este Rubio e todo o tuguinha que engole, sem verificar, todas estas mentiras!

 

Quarto, "nosso hemisfério"? Olha o imperialismo a sair-lhe pela boca e o lobotimizado tuga nem nota! Qual "nosso hemisfério"? Vossos "imperiais EUA", esses têm assento na ONU. "Hemisfério" não. Nesse hemisfério há dezenas de países que, de acordo com a Carta das Nações da ONU, são suposto serem independentes e soberanos! Que pateta! Ah, e Maduro pede à Rússia para instalar (legalmente) bases no seu país? E depois? Onde está o problema? Também não temos várias gringas em Portugal? E não têm os EUA mais de 800 em 144 países? Não estão os EUA terminando 7 novas bases na Colômbia? Não têm os EUA inúmeras bases ILEGAIS ocupando países como Cuba ou Síria? Ora essa! E o tuga, o tuga engole esta treta, eu sei que engole, pois já ouvi muitas semelhantes falácias destas em conversas de café por essas pastagens. 

 

Quinto, mentira até prova em contrário mas, se fosse verdade, qual seria o problema se Maduro desse "espaço operacional" ao Ézbolá (partido libanês com assento no parlamento) ou ao seu aliado e estado soberano do Irão? Hein?

 

Mais: propaganda sobre os "conflitos" na fronteira e um monte de intervencionismo, ilegal e conspurcado uso do logo da Cruz Vermelha para fazer chegar à Venezuela ilegal intervencionismo disfarçado de ajuda humanitária:

 

 

O leitor, se for amante da verdade e tiver o cérebro a funcionar, que leia esta excelente análise sobre isso mesmo:

 

E, só para chatear mais um pouco, veja bem o vandalismo e o terrorismo que a conspurcada RTP e companhia chama de "protestos primidos":

 

 

E pense! Será que pode? Será que há ainda portugueses capazes de pensar? Claro que há, mas são um ostracizada minoria, sem voz, perdidos nessa orwelliana ditadura do consenso e da (mentirosa) verdade oficial institucionalizada (Sim falo de Portugal, e não da Coreia do Norte!)! 

 

Mas a ovelhada, essa amorfa massa de tugas e tuguinhas, não pensa e, portanto, engole tudo o que a propaganda ocidental lhe enfia pela goela abaixo...

 

A RTP há dias, pura e simplesmente, sem qualquer prova (porque é grotesca mentira), mentia dizendo que o governo venezuelano teria fechado meios de comunicação privados. E que fizeram os tugas? Fizeram "mééééééé"...

*

Liberdade de expressão, hehe.

 

Onde está essa ocidental liberdade de expressão que impede países da América do Sul socialistas e pró-Maduro (Cuba, Bolívia, Nicarágua, etc.) de se expressarem em foros internacionais convocados pelos EUA e seus vassalos europeus e sul-americanos? Cavaquiano consenso, mazé

 

Onde está a liberdade de expressão nos EUA, onde pessoas vão presas por expressarem apoio ao governo de Maduro?

 

 

Onde está a liberdade de expressão nos EUA, quando um jornalista canadiano defensor da verdade sobre a Venezuela é impedido de entrar no seu território?

 

 

Onde está essa ocidental liberdade de expressão quando se censuram milhares de pessoas e/ou organizações em favor do governo de Maduro? Sim, o próprio Twitter (norte-americano, directamente interferindo na política da Venezuela) admitiu ter apagado contas de pessoas e/ou organizações que, segundo o comunicado oficial dessa corporação (que nos espia e entrega os nossos dados privados de mão beijada ao seu terrorista governo), supostamente "apoiavam desinformação do governo" (venezuelano) ou que andavam metidos em "campanhas de manipulação". Ui, que palhaçada é esta? E o Twitter anda metido no quê? Querem melhor exemplo de manipulação do que ter norte-americanas corporações como o Facebook ou o Twitter eliminando contas e censurando conteúdo de venezuelanos (e terceiras nacionalidades) escrevendo sobre a Venezuela? Mas está tudo louco no Ocidente? Veja:

 

E o tuga continua a engolir as tretas de que vive num "mundo livre" e que na Venezuela "não há liberdade de expressão". Sim continua, e não tem desculpa, pois até a prostituída RTP falou disto (de forma manipuladora, pois claro):

 

Que vergonha, que vergonha!

 

2019-02-02 01-33-33.JPG

*

Censura, ui, censura...

 

Que me diz, caro leito, do facto da venezuelana Telesur e da russa RT terem sido impedidas de seguir a reunião (manobra de interferência e ingerência e intervencionismo) do Grupo de Lima no Canadá? Então, como é caro mundo ocidental "livre", e onde é que fica a Declaração de Munique? E por onde andam a Carta das Nações e o Direito Internacional?

 

Não dá para explicar, pois não? Então, afinal, os censuradores são aqueles que se dizem "democráticos" e "livres", e que acusam infundadamente o governo venezuelano de "censurar"? Ups, que grande barracada! Leia mais aqui:

 

A sério, vejam bem a forma como o governo do Canadá respondeu ao pedido da venezuelana Telesur:

Obrigado pelo vosso interesse pelo 10º encontro de ministros do Grupo de Lima em Ottawa. Este e-mail é para vos informar que NÃO receberam acreditação (....)"

 

2019-02-04 16-35-19.JPG

 

Ai não receberam acreditação? E porquê? Porque sim? Está bonito, está. Foi ditatorial e opressivamente PORQUE SIM!

 

Depois o Ocidente que me conte contos e lendas sobre censura na Venezuela, quando o Ocidente censura um média estatal venezuelano e o impede de seguir e noticiar uma reunião cujo tema é a iniciativa de forçar um golpe de estado precisamente na Venezuela!

 

 

E o tuga engole isto? "Mééééé"! Vocês tugas, engolem isto tudo e não dão pela gafe? Pela falha? Pela grotesca falta de lógica? Pela ignóbil falta de seriedade dos nossos média? Pela troglodita falta de escrúpulos dos nossos média e dos nossos governos? Contem-me estórias, pois é, tá bem...

 

Mais, por onde anda a ocidental liberdade de expressão quando o Ocidente censura um artigo de um jornal cubano sobre a Venezuela, partilhado no facebook?

 

2019-02-04 16-34-14.JPG

 

Por onde anda a liberdade de expressão quando se censuram inúmeros vídeos Youtube e partilhas no Facebook e Twitter que não encaixam na mentirosa retórica ocidental e que fornecem provas sobre o terrorismo ocidental na Síria, Líbia, Venezuela e por esse mundo a fora?

 

Abram estes artigos meus e vejam quanto conteúdo foi eliminado pelo Youtube (Google), Facebook e Twitter (3 corporações norte-americanas):

 

Aqui ficam dois screenshots para os mais preguiçosos:

2019-03-07 17-37-04 Screenshot.png

 

2019-03-07 17-36-40 Screenshot.png

 

E aqui ficam 4 artigos que escrevi precisamente sobre a imparável e escandalosa  censura no Facebook:

 

E aqui, mais uma prova de que o Facebook anda tresloucado, censurando à bruta tudo e todos que ousem resistir, inclusive a minha página Facebook para este site Pensamentos Nómadas. Não acredita? Pois, esta minha página, com mais de 5500 seguidores, em Janeiro, do nada, sem pré-aviso, ficou assim (clique e constate a censura)!

 

 

Veja como fica uma conta Twitter, depois de censurada. Ainda há dias eliminaram uma página venezuelana que eu costumava seguir:

 

2019-02-21 15-34-18 Twitter   Account Suspended -

 

Mais censura ocidental a média alternativos. Vejam como Guaidó e seus colegas golpistas apelam à censura de meios de comunicação alternativos venezuelanos como o Venezuelanalysis:

 

2019-02-07 09-52-22.JPG

O texto completo aqui:

 

3393.jpg

Coitados, não suportam ser confrontados com factos e argumentos! Os nossos avós, que nos diziam que "quem não deve não teme" era bem mais sábios que a esmagadora maioria de ovelhizados tugas dos tempos modernos.

 

Numa democracia, mesmo que se minta, não se pode ser censurado. Os EUA adoram se gabar da sua Primeira Emenda, sobre a liberdade de expressão e outras liberdades. E então, porque não defendem o mesmo na Venezuela? E porque apoiam os EUA este preciso Guaidó que apela à censura de quem não concorda com ele e de quem, incessantemente, denúncia e comprova os crimes da "oposição" terrorista da qual o próprio Guaidó faz parte?

 

Esse tresloucado vende-pátrias do Guaidó é tão ditador e opressivo que até exige, no documento acima, que o tratem a ele como "presidente" e a Maduro como "auto-proclamado presidente"! Mais nada? Foda-se!

 

E o tuga engole isto tudo! Irra, tanta imbecilidade por essas pastagens do sudoeste europeu!

*

Treta de ocidental liberdade de expressão do Twitter e Facebook implementada através da eliminação de contas de venezuelanos e estrangeiros pró-Venezuela? Então como é, em democracia dá para haver opiniões diferentes ou não dá? Em verdadeira democracia dá, como na Rússia ou na Venezuela. Na Europa e EUA não, pelos vistos, pois não o são. No Ocidente só dá orwellianas e incontestáveis verdades absolutas, só dá cavaquianos consensos.

 

Sim, orwelliana verdade absoluta, sim, cavaquianos consensos, pois tudo o resto é censurado, bloqueado e apagado para que a ovelhada ocidental não veja nem saiba nada. Depois contem-me estórias sobre a Coreia do Norte, para ver se eu adormeço. O tuga e seus colegas europeus e gringos levam com orwelliana imposição de consenso tão poderosa e eficaz que chegam a acreditar piamente que, não são eles que são vítimas de tudo isso, mas sim os cidadãos da Coreia do Norte, e a ideia que têm da Coreia do Norte é, sem dúvida, orwelliamente consensual, não é? Norte-coreanamente consensual, não é?  Ahahah!

 

Mas na Coreia do Norte, acreditam os tugas e companhia, é que as pessoas pensam todas de forma igual e seguem o que lhe impingem as autoridades do país... a ser verdade, era casamento perfeito entre ocidentais e norte-coreanos!

 

E já agora, entre europeus e tailandeses! Pois sim, com 100% de certeza, sem dúvida alguma! O regime tailandês impõe absurdos consensos sobre tudo e mais alguma coisa! 

 

Por falar em Tailândia, onde vivo no momento, querem uma piada sobre liberdade de expressão? Encontrei uns polacos (sim, polacos, desse 51º estado dos EUA chamado Polónia) aqui, queixando-se que a sua filha não pôde receber a última edição do The Economist (uma pausa para eu ir vomitar, volto já) aqui na Tailândia, devido ao seu "conteúdo sensível", de acordo com as autoridades não eleitas que governam a Tailândia há 5 anos (e muito mais não digo porque aqui me encontro). Claro que levaram com resposta pronta, sobretudo por serem polacos, vindos desse país de anti-socialistas e anti-comunistas, parvamente russófobos e amantes do imperialismo terrorista dos EUA, UE e NATO. Pois sim, tiveram de levar.

 

Perguntei-lhes de forma contundente: "Então, como é, na Venezuela, um golpista de nome Guaidó apoiado pelos EUA, que não era sequer candidato às últimas eleições e que ainda assim se auto-proclama presidente do país, dá-se ao luxo de andar nas ruas da Venezuela sem ser preso, e dar entrevistas a centenas de jornalistas de média privados venezuelanos anti-governo que eram suposto serem censurados, e o Ocidente chama a isso "ditadura", "regime", "opressão", "falta de liberdade" de expressão?"

 

Juan Guaidó, O Piças

 

"E neste regime "democrático" de governantes não eleitos da Tailândia, aliado dos EUA, e romantizada "Land of Smile" (Terra do Sorriso), é que a vossa filha não pode receber uma edição do norte-americano The Economist?"

 

"E porque falam os média americanos e europeus da censura que não há na Venezuela, e não falam da que de facto há aqui na Tailândia?"

oh man

A sério, sem tretas. O polaco, literalmente, depois dele e a sua esposa se terem prolongado num incómodo silêncio, olhou para a cesta de frutas encima da mesa e disse: "Mudemos de assunto, vamos falar de mangas." A sério, isto aconteceu mesmo! E é uma real e perfeita anedota para ilustrar o que eu chamo de "ovelhas", "alforrecas" e "zombies" ocidentais!

2019-02-14 13-12-23 Messenger - Opera.png

E, para falar desse merdoso e extremista órgão de propaganda que dá pelo nome de The Economist, e da Venezuela, ao mesmo tempo, vejam as coisas que se passam na conta Twitter desse pasquim apologista do Armagedão económico-ambiental:

 

merda de the economist.JPG

*

Agora passo à propaganda ocidental contra o seu ódio de estimação, a Rússia.

 

Os média ocidentais em geral, e os franceses em particular, passam a vida a chamar propagandista e mentirosa à RT. O problema é que a RT tem programas em directo como o CrossTalk nos quais pessoas com opiniões diametralmente opostas podem debater em directo! Em directo! Em que canal francês ou ocidental temos um pró-Assad e um anti-Assad debatendo em directo, um anti-Maduro e um pró-Maduro, um anti-China e um pró-China, um comunista e um desalmado neoliberal? Não temos, a França não tem, Portugal não tem. Mas a Rússia tem!

 

 

Eu próprio discordo de muito daquilo que diz o apresentador Peter Lavelle (norte-americano ,conservador de direita), mas admiro-o por convidar comunistas, anarquistas ou neoliberais, ateus ou fanáticos religiosos, iranianos ou norte-americanos! Bravo! Não há nada disto em Portugal! Não há nada disto no Ocidente!

 

E não é só no programa Crosstalk, é em toda a programação que se dá voz a todos os tipos de opinião contrária, com frequência em directo (ao contrário da BBC ou CNN). Veja-se Eva Bartlett vs um apoiante do terrorismo na Síria, em directo, na RT:

 

 

Não, a russa RT não é como a gringa CNN de interrupções em directo quando não convém serem transmitidas verdades inconvenientes:

 

 

Tanta "falha técnica" da CNN, quando nunca vemos falhas dessas na RT? São a CNN e gringos tecnologicamente atrasados e a RT e russos tecnologicamente evoluídos ou, são a CNN e gringos censuradores e a RT e russos defensores da liberdade de expressão? Ou as duas coisas?

 

E no entanto, quanto tuga totó já me disse que eu não uso "meios credíveis como a CNN e BBC como fontes para os meus artigos"? Ahhhhh, jazuz, santa paciência!

 

Mostrem-me um jornalista, um sequer, um jornalista sequer dos média ocidentais que seja hiper-crítico e hiper-racional e que fundamente tudo o que diz, absolutamente tudo o que diz, como o brilhantíssimo jornalista russo Murad Gazdiev? Força, mostrem-me esse bixo!

 

Eu mostro-vos uma das inúmeras hiper-críticas e hiper-racionais peças jornalísticas de Murad Gazdiev:

 

 

E para quem diz que não há liberdade de expressão na Rússia, que me explique por que milagre a "propagandista" RT do "anti-democrático e censurador regime russo" permitiu que Ksenia Sobchak, a pita histérica candidata à presidência russa e apoiante de Navalni (que o Ocidente apelida de tadinho de "opositor" e "preso político"), falasse durante mais de meia hora na mesmíssima RT ("paga pelo Kremlin"), disparando insultos à Rússia e a Putin e espezinhando a própria jornalista também russa que a entrevistava? Hein? Alguém explica a coisa?  Assistamos À coisa:

 

 

A RT emprega alguns dos melhores e mais brilhantes jornalistas de língua materna inglesa que não conseguem encontrar trabalho nos EUA, Reino Unido ou Austrália, por esses ousarem serem (como deve ser um jornalista) ferozmente independentes e críticos de tudo o que vai mal. Exemplo perfeito é o norte-americano Lee Camp e o seu programa Redact Tonight na russa RT:

 

 

Os média ocidentais inventaram ataques químicos na Síria como o de Guta 2013, o de Khan Shaykhun 2016 (leia: O ataque químico que NÃO aconteceu em Khan Shaykhun) ou o de Guta 2018,  e apoiaram sem provas os consequentes e criminosos ataques de mísseis dos estados terroristas francês, inglês, norte-americano e israelita.

 

Em 2018, em Guta, a RT foi ao local e entrevistou as testemunhas, e provou ser mentira toda essa farsa de ataque químico. E a russa trouxe as testemunhas ao Tribunal de Haia. E, de novo, os média ocidentais acusaram a RT e a Rússia de propaganda. Tudo isso para, agora, um jornalista da própria BBC, um ano depois, vir admitir que não houve ataque químico em Guta!  Mas a RT é que produz propaganda, certo querido tuga ovelhizado?

 

 

No dia 13 de Março de 2018, enquanto as últimas pessoas saiam de Guta, e abraçavam os seus libertadores e bravos homens do Exército Árabe Sírio, eu tive o privilégio de assistir a tudo isso em directo, e estava em Portugal, caramba! Estava em Braga, nessa terra de obscurantismo, mas que também é terra de novas tecnologias, onde há internet rápida. E onde há net, dá para ver livestreams da RT e da Ruptly, e foi o que fiz. A RT/Ruptly transmitindo a partir de Guta, mostrando a libertação do povo pelo seu amado exército, em directo, ao vivo e a cores.

 

Ao mesmo tempo, os prostituídos média tugas (sem ninguém no terreno) iam falando de cemitérios a céu aberto, massacres finais, chacinas, etc e tal! Orgias de palavriado mentiroso! Mas a RT é que produz propaganda, certo querido tuga lobotimizado?

 

Leia, a propósito:

 

Poderia ficar o resto do dia partilhando factos que provam que a RT é infinitamente mais imparcial, objectiva e séria que os propagandistas e mentirosos média ocidentais. Mas já o fiz por inúmeras vezes, basta ler os muitos artigos que escrevi sobre o tema.

 

O que importa agora é dizer que esta mesma RT está sendo violenta e porcamente atacada pelos desavergonhados média franceses, média franceses que mentem até mais não, que mentem desde sempre, que apoiaram e fomentaram desde sempre os mais atrozes crimes contra a humanidade. Esses mesmo média franceses agora fazem isto:

 

 

Sim, caro leitor, simplista, primitiva, pindérica, patética, infantil, lilicaneçiana propaganda anti-RT na televisão francesa! E mais, o público alvo, não estou a brincar, o público alvo... são as crianças francesas! Sim, leu bem! As crianças!

 

Se o George Orwell não estará agora às voltas no caixão!

 

5c48b67bdda4c86b338b4579.png

 

Nem sei o que dizer, isto é tão grave que nem a palavra "orwelliana" é adequada! Leia, caro leitor, o artigo da RT sobre o assunto, em inglês ou em francês, e espante-se, espante-se até mais não!

 

E qual é objectivo desta emissão da France 4? Ajudar as crianças (que se estão a cagar para o assunto) a reconhecer fakenews dos demoníacos "propagandistas russos"! E como é que o fazem? Fazem-no produzindo fakenews sobre a Rússia, sobre Putin e sobre a RT, descaradamente manipulando palavras e frases ditas na RT, e fazendo ostensiva e demoníaca propaganda contra estes?

 

Ah, boa, palmas, palminhas para a bela e chique merda gaulesa!

 

Mas querem algo mais mentalmente desequilibrado do que isto no reino da propaganda? Para mim, com esta peixeirada, os franceses atingiram o topo da orwelliana propaganda, à frente mesmo de outros abusivos orwellianismos como o norte-americano Snopes ou o Décodex, o detector de notícias falsas à francesa.

 

O "método de detecção de notícias falsas" da SIC-Visão, esse é mesmo só para quem quiser se suicidar e não tiver uma navalha à mão! Exagero meu, hehe!

 

CONTINUA 

<p style="text-ali
Vá lá, siga-nos no Facebook! :)
visite-nos em: PensamentosNómadas