Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Pensamentos Nómadas

Nomadic Thoughts - Pensées Nomades - Кочевые Мысли - الأفكار البدوية - 游牧理念

Pensamentos Nómadas

Nomadic Thoughts - Pensées Nomades - Кочевые Мысли - الأفكار البدوية - 游牧理念

Venezuela: portugueses e restantes ocidentais perderam a capacidade de raciocinar! (PARTE 3), por Luís Garcia

20.02.19 | Pensamentos Nómadas

capa 3.jpg

 

Luís Garcia  POLITICA  Sociedade

 

Informação

Multidões de milhões podem ser vistos, em vídeos e fotografias, apoiando o presidente venezuelano democraticamente eleito, o senhor Maduro. Se o tuga acredita ser bem informado pela sua orwelliana máquina de propaganda, será que, assim sendo, me poderá explicar o motivo da ausência de todas essas imagens nos média portugueses e ocidentais?

 

E não pense o tuga e o ocidental que tanta mentira e manipulação dos média ocidentais seja culpa destes últimos! Não, a culpa é vossa caros obedientes ovelhinhas pedindo para serem enganadas vezes sem conta! Como mais ou menos disse um dia, e muito ben, o senhor Noam Chomsky, nunca como agora houve tanta propaganda e manipulação, mas também nunca como agora a humanidade teve tanto e tão facilmente acessível informação, concluído, como faço eu, que a responsabilidade desta orwelliana situação que vivemos no ocidente e suas colónias reside na imensa plebe que pede para ser lobotimizada e não nos média que a lobotimiza.

 

O grande investigador e destemido lutador pela liberdade, o professor Tim Anderson, resume tudo isto muitíssimo bem numa só imagem:

 

Instragram de Tim Anderson

 

A plebe vê e interpreta imagens da forma a que foi e é condicionada a interpretar. Dizem-lhe que pacíficos franceses espancados brutalmente por tresloucados polícias franceses são vândalos arruaceiros, e a plebe consente. Dizem que um dos país do mundo onde há mais liberdade de expressão, liberdade inclusive para apelar a ilegais golpes de estado na TV ou para apelar a criminais assassinatos de presidentes eleitos em praça pública, seria um horrível estado repressor, e a plebe consente. 

 

Mas voltemos às multidões pró-Maduro e pró-governo venezuelano democraticamente eleito há meio ano (sem que a plebe tuga tenha reparado, enquanto os mestres de manipulação televisiva não lhes disseram para o fazer). 

 

Eu lembro-me de haver, no total de todas as manifestações anti-governo português de 2012, mais meio milhão de pessoas. E que nos disseram os média tugas? Que mais não eram que uma minoria de calões e arruaceiros portugueses tentando arranjar problemas em vez de irem trabalhar.

 

Se 500.000 num universo populacional de 10.5 milhões é pouco, que me dizem então de manifestações com uns poucos milhares de manifestantes anti-Maduro (por vezes algumas dezenas de milhares, em ocasiões especiais) num universo populacional de 32 milhões? Está a falhar a matemática aos tugas? Ou será a lógica que está a falhar? Aposto que falham ambas nessas cabecinhas submissas e facilmente manipuláveis.

 

E é por isso que depois engolem números de "80% de apoio a Guaidó" escandalosamente inventados nos anti-noticiários da RTP. Para quê dizer a verdade, e verificá-la ("fact-checking" em inglês), quando se pode inventar à grande sem que a plebe se queixe, certo? Palminhas para enganadores e enganados!

 

Mas voltemos às imagens e vídeos sobre a Venezuela. Se dezenas de milhares em 32 milhões contam assim tanto para a RTP (e orwellianamente mentirosa companhia), por que não contaram 500.000 em 10,5 milhões em 2012 em Portugal? Se dezenas de milhares de manifestantes anti-Maduro, sobre 32 milhões, cativam assim tanto o interesse da RTP (aka Rumor, Propaganda e Trapalhice), por que raio a RTP não mostra absolutamente nenhum interesse pelos muitos milhões que se manifestam em favor do governo de Maduro? Como ligações de internet, para aceder às montanhas de fotos e vídeos provando o que acabei de dizer, é coisa que não falta em Portugal e na Europa, uma pessoa honesta, íntegra e sensata é obrigada a concluir que RTP, SIC, TVI e CMTV mentem, manipulam, escondem e enganam muitíssimo de propósito. E a ovelhada deixa-se levar na imperialista e criminosa cantiga porque, aí está, não passa de simples ovelhada... 

 

Vejam bem estas imagens desses milhões de apoiantes do governo de Maduro (e não me digam que estas imagens de milhões pró-governo são propaganda do regime, porque senão eu respondo-vos que as vossas imagens de milhares anti-governo são propaganda do regime gringo!):

 

Tim Anderson

 

Tim Anderson

 

 

 

 

 

Não vou ficar aqui o resto do dia a partilhar o que qualquer pessoa intelectualmente decente pode facilmente encontrar por si própria com um telemóvel (ou PC) e uma ligação de internet minimamente rápida (Portugal não é o deserto do Saara, portanto não me venham com desculpas). Basta dar uma olhada em contas de Instagram com a de Tim Anderson, ou de Twitter como a de Abby Martin, ou canais Youtube como o The Grayzone!

 

E se lhe faltam, caros tugas, imagens de manifestações e manifestantes pró-Maduro, analisem o conteúdo de artigos de sites como este:

Ou este:

 

Não há desculpa possível, não há! Como diz Vltcheck, o ocidental não sabe porque não quer saber!

 

E de volta à informação, jornalismo que se preze tem, necessária e obrigatoriamente, de mostrar os 2 lados de uma história, da forma mais imparcial possível. Mas os prostituídos média ocidentais fazem com a Venezuela o que andam há anos fazendo com a Síria: mostram imagens reutilizadas (de palestinianos massacrados por sionistas para retratar supostos massacres de civis sírios por parte do Exército Árabe Sírio), e depois censuram por completo toda a informação em forma de vídeo e fotografias que mostram centenas e milhares de civis sírios e militares sírios barbaramente torturados e executados massivamente pelos "rebeldes" terroristas armados pelo Ocidente e financiados pelos impostos de ovelhas ocidentais. Já por dezenas de vezes partilhei conteúdo do género em artigos meus. Vá lê-los e analisá-los se lhe apetecer. 

 

Jornalismo que escolhe um lado e só mostra esse lado, e inventa, e mente, e deturpa, e aldraba até mais não como é o caso da RTP e companhia, não é jornalismo! É propaganda, orwelliana propaganda!

 

Jornalista português que se preze, deveria ler a Declaração de Munique (aqui) e tentar respeitá-la, fazendo o preciso contrário daquilo que os prostituídos jornalistas tugas fazem neste momento com o tema Venezuela.

 

Jornalista que se preze não pode ignorar o constante massacre de civis sírios em Der-ez-Zor pelas forças armadas terroristas dos EUA, e ao mesmo tempo "noticiar" o que não aconteceu (como o inventado ataque químico em Duma, Síria, que não aconteceu nunca como diversas vezes disse em artigos meus e que agora, quase um ano depois, alguns média ocidentais admitem por fim que foi encenado). Só nesta estória da treta de ataque químico, os "jornalistas" ocidentais violaram os pontos 1, 3, 6 e 9 da Declaração de Munique!

 

Jornalista que se preze não pode ignorar que 10 milhões de pessoas estão sendo literalmente condenadas à morte por inanição e que um país inteiro (o Iémene) está a ser criminosamente destruído (pelos EUA, Reino Unido, EAU, Arábia Saudita e outros), e ao mesmo tempo vir falar de alguns milhares de pessoas "passando fome" (ler: acesso limitado a comida) devido ao embargo dos EUA e Europa, os mesmos que condenam milhões de iemenitas à morte, os mesmos que "querem" entregar "ajuda humanitária" aos supostamente "esfomeados" venezuelanos. Só neste ponto, caros não-jornalistas da RTP, violam à bruta metade da Declaração de Munique.

 

E depois, pensai lá um pouco caros tugas: por que razão os média ocidentais não mostram protestos pró-Macron em França? Será porque é quase impossível de encontrar coisa do género? Certo! A quase totalidade dos franceses que protestam, fazem-no contra Macron e não a favor. Centenas deles têm sido barbaramente feridos e espancados mas, ainda assim, os prostituídos média tugas não falam de opressão nem de repressão nem de falta de liberdade de expressão, e ainda se dão ao descaramento de chamar vândalos e desrespeitadores da ordem democrática aos cidadãos franceses que protestam!

 

França, polícias espancando civis desarmados

 

Mas, na Venezuela, onde os protestos pró-governo contam com dezenas de vezes mais de participantes que os protestos anti-governo, não há média tuga que ouse filmá-los. Na Venezuela sim, há mares de gente em manifestações pró-governo apelando à paz, ao fim dos protestos violentos anti-governo, ao fim do vandalismo anti-governo e ao fim dos ataques contra a ordem democrática perpetrados por manifestantes anti-governo. Só que, neste caso, de forma ilógica e em claro violação da Declaração de Munique, os prostítuidos média tugas já não criticam os vândalos desrespeitadores da ordem democrática! Alguém me explica porquê? Afinal, "jornalistas" da RTP ou da SIC, são jornalistas ou são agentes de manipulação mediática ao serviço da propaganda bélica e genocida do Império Ocidental?

 

Venezuela, "Manifestantes" anti-Maduro atacando a polícia com bombas

 

Como é? Faz algum sentido dizer que os civis franceses são arruaceiros e que o povo venezuelano é oprimido? Que infinita vergonha!


Mas a culpa não é vossa caros prostituídos propagandistas mediáticos tugas! A culpa é da ovelhada tuga que não dá pelo logro, tão vazia que está de pensamento lógico; tão sedenta de propaganda, tão doentiamente fundamentalista e extremista! 

 

A RTP diz que a maioria apoia o não-candidato não-eleito Guaidó,  e a ovelhada tuga acredita. Matemática? Factos? Lógica? Tá quieto mazé!

 

Que se passou convosco caros tugas? Queimaram-se todas as células dos vossos cérebros? Como é que é possível saber se são mais ou menos sem os contar? Se Guaidó não participou em nenhum acto eleitoral, como é possível medir o apoio que tem num pais onde uma sondagem recente indica que 80% dos venezuelanos nem sequer conheciam o seu nome antes dos EUA e UE terem começado este circo?

 

E vocês, prostitutos e prostitutas de serviço na RTP, se querem tanto saber quem tem mais apoio, por que só mostram imagem de um lado? Por que razão só entrevistam os anti-Maduro, para parecer que são a maioria sem o serem? Eu continuo a ver milhares de vende-pátrias e criminosos em protestos anti-Maduro. Eu continuo a ver, diariamente, imagens de milhões em pacífico apoio a Maduro! Como é que milhares contra milhões dá numa RTPiana maioria dos primeiros? E como é que o tuga engole este esterco jornalístico?

 

E, se é para informar, por que não mostram imagens de pró-Maduro mortos, queimados-vivos, universidades públicas completamente queimadas, comida queimada, tudo pelas mãos dos vossos adorados terroristas "manifestantes" anti-Maduro? Então, que estrume de "informação" é essa? Carros a arder em Paris é "vandalismo", enquanto que universidades inteiras a arder em Caracas é "luta pela liberdade"? Como assim?

 

E o tuguinha que não me venha dizer que está confuso! Irra! Não sabe porque não quer saber! Irra!

 

Livros com dezenas de provas do terrorismo anti-Maduro patrocinado pelo criminoso império ocidental:

 

Imagens e vídeos do terrorismo dos "manifestantes" anti-Maduro:

1. Tentativa de queimar vivo um cidadão pró-governo:

19894931_1389852674424672_3859904577489789740_n.pn

 

História completa aqui: https://topeteglz.org/2017/07/10/oposicion-venezolana-vuelve-a-intentar-matar-a-una-persona/ 

 

2. Dois homens queimados vivos:

 

História completa aqui: https://actualidad.rt.com/actualidad/243792-video-opositores-venezuela-queman-personas 

 

3. Protestantes "pacíficos" lançando roquetes: 

20155844_10155626390068777_1379904748580338035_n.j

 

4. Protestantes "pacíficos" queimando 50 toneladas de comida:

 

5. Protestantes "pacíficos" destruindo e queimando mesas de voto:

IMG_20170728_173347-1.jpg

 

História completa aqui: http://www.lechuguinos.com/guarimberos-maquinas-votacion-tovar/ 

 

6. Dois polícias venezuelanos espancados e forçados a caminhar nus pelos protestantes "pacíficos":

IMG_20170728_173324.jpg

 

História completa aqui: http://www.lechuguinos.com/opositores-golpean-desnudan-gnb/ 

 

7.  Protestantes "pacíficos" abatendo árvores em vias públicas, para as bloquear:

 

Mas voltemos uma vez mais à "informação" dos "jornalistas" ocidentais. Se são "informação" e não propaganda, por que razão tomam partido, sabedo que informação é suposta ser imparcial?

 

Os média ocidentais e tugas, descarada e abertamente, são pró-golpe gringo! E só dão palavra a terroristas (sem explicar o seu passado terrorista, como é exemplo Leopoldo López, o "herói" de serviço da RTP).

 

E há pior, há até quem mude a sua foto de perfil no Twitter e Facebook, como a Reuters (agência "noticiosa") fez há dias,  ou como esse patético e vil pasquim de propaganda imperial chamado The Economist, que passa o tempo a atacar a verdadeira esquerda socialista, revolucionária e democrática da venezuela, e que se deu ao luxo de meter esta grandessíssima cagada anti-jornalística como foto de perfil da sua conta Twitter:

 

@TheEconomist

 

Ahhhhh, que bonito, ingerência de um média gringo pró-terrorista na democracia venezuelana, claramente apoiando Guaidó e comparando este vende-pátrias (ao serviço do FMI e dos genocidas de Washington) com a Estátua da Liberdade (Estátua da Escravatura mazé!). Depois contem-me estórias sobre a Russia Today e digam-me que as suas análises hiper-racionais e hiper-criticas da orwelliana realidade que se vive nos EUA é sinónimo de ingerência russa! É isso e eu ser o Pai Natal! 

 

Enfim, a "informação" ocidental é escandalosamente mentirosa, manipuladora, parcial e amante do terrorismo ocidental, mas vive ou sobrevive graças aos anúncios que passam para, de uma forma e de outra, manipular as multidões (enquanto arrecadam os seus milhões de euros e dólares manchados de sangue iemenita, líbio, sírio, afegão, venezuelano, etc).

 

As multidões ocidentais têm o direito de não assistir a propaganda publicitária nem a propaganda pseudo-jornalística, mas insistem em fazê-lo. Insistem em querer ser enganadas e manipuladas. Caso contrário, o que não falta é trabalho jornalístico de infinito valor produzido por seres-humanos íntegros e honestos, absolutamente comprometidos com a dignidade e a vida humana. Leia, por exemplo:

Ignácio Ramonet:

Luis Britto:

Eduardo Galeano:

Noam Chosmky:

entre tantos outros (procure aqui)!

 

CONTINUA (leia as seguintes partes aqui)

 

Luís Garcia, 20.02.2019, Bang Sarai, Tailândia

 

 

 

Vá lá, siga-nos no Facebook! :)
visite-nos em: PensamentosNómadas