Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Pensamentos Nómadas

Nomadic Thoughts - Pensées Nomades - Кочевые Мысли - الأفكار البدوية - 游牧理念

Pensamentos Nómadas

Nomadic Thoughts - Pensées Nomades - Кочевые Мысли - الأفكار البدوية - 游牧理念

Venezuela: portugueses e restantes ocidentais perderam a capacidade de raciocinar! (PARTE 2), por Luís Garcia

14.02.19 | Pensamentos Nómadas

méééééééééé

 

Luís Garcia  POLITICA  Sociedade

 

Ditadura

Estranha "ditadura" na qual o parlamento é controlado pela oposição. Estranha "ditadura" onde há eleições o tempo todo. Estranha "ditadura" onde o "ditador" perde eleições e respeita os resultados. Estranha "ditadura" na qual se pode apelar, em directo na TV, a crimes contra o presidente e o país, em total impunidade. Estranha "ditadura" na qual o "líder" da oposição dá entrevistas a dezenas de média em plena rua. Estranha "ditadura" onde há partidos de oposição. Estranha "ditadura" na qual esses partidos podem organizar fantochadas de eleições paralelas como fizeram no verão de 2017 sem sofrer consequências. Estranha "ditadura" onde a oposição controla praticamente todos os meios de comunicação. Estranha "ditadura" onde autores do golpe de estado contra Chávez em 2002 vivem em plena liberdade. Estranha "ditadura" na qual as TV's e jornais que apelaram ao golpe de 2002 e participaram directamente no golpe 2002 continuam abertos e seus proprietários em liberdade.

 

 

Estranha "ditadura" na qual se convoca referendos o tempo todo. Estranha "ditadura" na qual o parlamento controlado pela oposição se dá ao luxo de sabotar o governo na sua luta contra a sabotagem económica imperial. Estranha "ditadura" na qual o parlamento controlado pela oposição apela a crimes contra a pátria (mais sanções, mais sabotagem económica, até intervenção militar estrangeira) em total impunidade! Estranha "ditadura" na qual a "oposição pacífica" se dá ao luxo de matar polícias e civis pró-governo a tiro e à bomba e queimando-os vivos, etc e tal? Estranha ditadura onde a "oposição pacífica" tem a liberdade de realizar uma variedade de indescritíveis crimes bem documentados no fim do meu artigo Venezuela para norte-americanos e europeus totós, por Luís Garcia, e igualmente bem documentados em livros (que eu li) como Venezuela se respecta - Derechos humanos en revoluciónVenezuela se respeta - Universidades víctimas de la barbarieVenezuela se respetaVictimas de la ArrecheraVictimas de la GuarimbaVíctimas fatales de la violencia política - Abril– Julio 2017, entre muitos outros.

 

 

E o português lobotimizado, o tuga (ou seja, quase todos), engole tudo isto sem pestanejar? Como assim?

 

Estranha ditadura que deu uma pena de prisão simbólica e domiciliária ao terrorista Leopoldo López que, após a derrota eleitoral em 2012, foi para a rua em comícios públicos apelar à violência contra o governo e convidando os ouvintes a não esperar mais 6 anos (de mandato democrático de Maduro), mas sim a realizar crimes contra o estado e a nação! O mesmo Leopoldo López que em 2002 liderou o criminoso acto de invadir a embaixada de Cuba durante o golpe contra Chávez!

 

 

O mesmo Leopoldo López a quem a RTP sempre se refere como "prisioneiro político", e que há dias entrevistou o papá de Leopoldo López, que foi afirmando que 80% dos venezuelanos apoiam um Guaidó que nem sequer conhecem, um absurdo, visto que ele nem sem candidatou e, santa paciência, Maduro obteve 67, 8% dos votos! Absurdo, mas a múmia jornalística de serviço ia dizendo que sim com a cabeça. E o propagandista de serviço que escreveu a peça da RTP, seguindo à risca a receita de Edward Bernays, pôs-se a jogar com o lado emocional da coisa, falando dos coitadinhos e traumatizados filhinhos dele.

 

E o tuguinha chora ao ver este circo, imbecil lobotimizado!

 

Mas não chora quando mulheres chilenas, vítimas do ditador implantado pelos EUA,  levam com choques eléctricos nas suas vaginas e nos seus mamilos! Não choram quando iraquianas são violadas à frente dos seus maridos. Não choram quando civis afegãos são mortos a tiro para diversão de psicopatas soldados gringos. Não choram ao ver crianças de 12 anos indefinidamente presas em Guantánamo, em total violação de uma montanha de leis internacionais e em total desrespeito pela dignidade humana! Não choram quando meninas de 8 ou 10 anos são vendidas a pedófilos sauditas em praças turcas, fruto da ocidental agressão à Síria! Não choram vendo africanos sendo vendidos literalmente como escravos em praças líbias, esse país que era o mais rico e desenvolvido estado africano, possuidor de um magnífico estado social, antes das Forças Armadas Terroristas da França e as Forças Armadas Terroristas do Reino o terem violado à bruta. Não choram quando homossexuais sírios são atirados do cimo de prédios pela "oposição" terrorista financiada com os nossos europeus impostos. Não chora quando centenas de milhares  ou milhões vão sendo chacinados respectivamente na Papua indonésia ou no Congo, em nome do capitalismo selvagem ocidental.

 

Não, o tuga chora porque o terrorista Leopoldo López se encontra em prisão domiciliária numa casa de luxo, depois de ter cometido crimes que, se os tivesse cometido nos EUA, tinha acabado numa cadeira eléctrica! Mas a Venezuela é que é uma "ditadura"! A França não! A França pode ferir centenas de manifestantes, e espancá-los à bruta,  porque os Coletes Amarelos são todos garantidamente uns vândalos. Mas Leopoldo Lopéz e restante "oposição" podem apelar a atentados, e até realizar atentados, inclusive à bomba, e há que os deixar em paz. Se as autoridades venezuelanas os capturam, a Venezuela é um "ditadura" que oprime "manifestantes pacíficos"! É isso é caros tugas. Puta que pariu para a vossa estupidez e para a vossa inocência!


 

Sim inocência! Em 2012 engoliram Leopoldo López, agora engolem Guaidó. Vejam lá se se engasgam e sufocam de vez com os 2 ao mesmo tempo:

 

Leopoldo-Lopez-autoproclamado-Juan-Guaido_EDIIMA20

 

Uma das próximas partes será exclusivamente dedicada a Guaidó, O Desconhecido. Por agora, vou continuar a minha ode à ditadura.

 

Ditadura... mmmmm, Arábia Saudita! Na Arábia Saudita, que nem sequer tem uma constituição, onde mulheres têm menos direitos que porcos e vacas, onde se decapitam em praça pública protestantes pacíficos como o religioso xiita Nimr al-Nimr, aí os tugas não vêem ditadura nenhuma e, portanto, não se mostram indignados! Espantoso! O papá gringo não lhes manda se indignar com todos os crimes cometidos por um dos mais bárbaros, criminosos e terroristas estados do planeta (a seguir a Israel, EUA, França e Reino Unido), logo, o tuga não pia sobre a Arábia Saudita. Qual quê, o papá tem de vender nos próximos 10 anos à Arábia Saudita mais de 400 mil milhões de dólares em armamento, logo, o totó tuga tem é que ver se adormece a contar ovelhas ao espelho.

 

Democracia... mmmmmm, Indonésia? Na Indonésia, onde se mataram milhões de comunistas, ateus e chineses após o golpe de estado patrocinado pelos EUA em 1965, aí, nessa espantosa "democracia", é ilegal ser comunista ou ateu. Aí há museus anti-comunistas. Aí, partidos de esquerda não podem participar nas eleições convocadas para breve. Aí, neste momento, as muito "democráticas" autoridades locais andam queimando em praça pública literatura de esquerda. Mas o tuga, porque as suas orwellianas RTP, SIC, TVI e CMTV não lhes contam nada sobre o tema, não encontra razão nenhuma para se indignar! Nada, népias, nadinha. Afinal, segundo os média ocidentais, a Indonésia é um país "normal". Normalissimamente opressor e ditatorial, certo? Não sabem? Perguntai a Vltchek:

 

Ditadura... mmmmm, Brasil! Vá-se lá perceber mas, quando Dilma Rousseff foi ilegitimamente retirada do poder, através de um processo puramente político (e não legal, visto que Rousseff não foi formalmente acusada de nada), foi instalada uma ditadura com Temer ao poder. Temer não foi eleito, e fazia parte da coligação no poder como membro de um partido claramente minoritário (PMDB). Como é que o tuga conseguiu ver "democracia" (poder do povo) num país que foi durante 2 anos governado por uma pessoa não eleita cujo partido detinha uma clara minoria de apoio popular? Será por ter perdido a capacidade de raciocinar?

 

Democracia... mmmmmm, EUA? O tuga médio adora os EUA, e acredita mesmo que por aquelas bandas se encontra a "maior democracia do mundo", eheh. Maior "democracia" do mundo na qual pretos são presos aos milhões por serem pretos, e onde trabalham literalmente como escravos em prisões privadas (que dão lucro a brancos ricos) e que, quando saem temporiamente da prisão, é para irem, contrariados, arriscar a vida apagando incêndios, pagos 30 cêntimos de dólar à hora. "Democracia" na qual se pode ser preso por tempo indeterminado sem acusação formal (Patriot Act). "Democracia" na qual se é orwellianamente controlado e espiado 24 horas por dia em todos os lugares e de todas as formas possíveis e imagináveis. "Democracia" na qual só bilionários e prostitutos de carreira conseguem chegar a candidatos à presidência, etc e tal. Bela "democracia"...

 

E já agora,  que me dizem da França caros tugas? Ditadura ou democracia? Sim, Macron foi eleito, mas Maduro também foi! Mas em França, protestos de civis desarmados e pacíficos acabam em centenas de civis violentamente feridos, atacados com bombas ou brutalmente espancados (leia Abaixo o regime opressor francês! e Abaixo o regime opressor francês! (PARTE 2) ou cale-se), enquanto que na Venezuela os feridos são polícias e apoiantes do governo (leia Desespero Mediático 22 - Meias-verdades e deturpações ao serviço da mentira manipuladora ou cale-se).

 

 

 

 

 

Não, a sério caro tuga, como é possível não ver nada onde há tanto, e ver tanto onde não há nada? Como é possível ser-se um tuga assim tão ilógico, irracional, parcial, ingénuo, confuso, mentalmente paralisado, submisso, retardado e infinitamente manipulável com a mesmíssima receita de sempre?

 

 

Não, a sério, ignóbeis anti-jornalistas da RTP e companhia, como é que se dão ao luxo de nos mostrar imagens de Guaidó exprimindo-se livremente, rodeado de dezenas de câmaras, microfones e jornalistas anti-governo, para depois concluírem que na "ditadura" venezuelana há "repressão" e falta "liberdade de expressão"?

 

E que tipo de ataque epiléptico vos ocorre a vós, caros tugas, que vos impede de se aperceberem que a RTP e companhia mostram Guaidó exprimindo-se livremente rodeado de dezenas de câmaras, microfones e jornalistas anti-governo, para depois concluírem que na "ditadura" venezuelana há "repressão" e falta "liberdade de expressão"?

 

 

Hehe, eu queria era ver xiitas da Arábia Saudita, ou comunistas da Indonésia, ou políticos anti-ditadura da Tailândia, a dar entrevistas assim em espaço público perante tanto jornalista! Epá, grande "repressão"! Epá, grande falta de "liberdade de expressão"!!

 

Na terceira passamos a esses dois temas então, "repressão" e "liberdade de expressão"! E não vai escapar o que se passa neste momento aqui na Tailândia!

 

CONTINUA (leia as seguintes partes aqui)

 

Luís Garcia, 14.02.2019, Bang Sarai, Tailândia

 

 

 

Vá lá, siga-nos no Facebook! :)
visite-nos em: PensamentosNómadas