Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Pensamentos Nómadas

Nomadic Thoughts - Pensées Nomades - Кочевые Мысли - الأفكار البدوية - 游牧理念

Pensamentos Nómadas

Nomadic Thoughts - Pensées Nomades - Кочевые Мысли - الأفكار البدوية - 游牧理念

10 Razões pelas quais o cinema pornográfico é melhor do que o cinema independente/alternativo, Ricardo Lopes

 

 

10 Razões pelas quais o cinema pornográfico é melhor do que o cinema independente/alternativo

 

RICARDO MINI copy  SOCIEDADE  

 

 

1 - O cinema independente tem a pretensão de, uh!, abordar temas tabu. Não há um único filme pornográfico em que não se aborde constantemente temas tabus.


2 - Os filmes independentes normalmente têm um ritmo que causa o adormecimento. Os filmes pornográficos, na pior das hipóteses, começam a fazer adormecer depois de ver mais do que três seguidos, e não é por aborrecimento nem pelo ritmo lento...


3 - Os filmes pornográficos apelam diretamente à natureza humana, e portanto respeitam as inclinações naturais do ser humano. Os filmes independentes apelam aos gostos adquiridos de grupos de desempregados com mestrado em Sociologia, História da Arte, Museologia, Literatura, ou qualquer um dos cursos de humanidades ou ciências sociais que são prerrequisito para se ser militante ativista do BE, e formar grupos de encontros a quintas-feiras às 22 horas no Chiado para apreciar novos estilos musicais que combinam tocar pandeireta com as nádegas e saxofone com as pálpebras. 


4 - Os filmes independentes apenas servem para intelectuais da esquerda radical se masturbarem intelectualmente. Preciso de especificar em que é que os filmes pornográficos ganham neste ponto? Não me parece. 


5 - Os filmes pornográficos têm argumentos extremamente simples. Sim, é verdade. Mas, os filmes independentes não têm argumento. Metade da duração total de um filme independente passa por ver pessoas de costas umas para as outras e a remexer-se na cama por causa de pesadelos.


6 - Os diálogos nos filmes pornográficos são curtos e simples. Nos filmes independentes nem sequer há diálogos. No máximo, há cenas em que duas ou mais pessoas se juntam para jogar às Olimpíadas da Vitimização, algo não muito diferente do que fazem as velhas quando falam umas com as outras nas salas de espera dos hospitais e clínicas.
7 - Uma das coisas das quais os apreciadores de cinema independente mais falam com orgulho é o facto de, uh!, no cinema independente não haver problema com nus. Eh...eh...mais uma vez, é preciso explicar porque é que, neste ponto, o cinema pornográfico também ganha?


8 - No cinema independente, 80% dos personagens são pessoas desleixadas que ou são demasiado magras por serem aspirantes a artistas que se queixam gratuitamente de não conseguirem sobreviver do que fazem, quando na verdade são mas é uns medíocres, ou feias e/ou gordas porque, uh!, é assim que são as pessoas "reais". No cinema pornográfico aparecem as pessoas mais esbeltas possíveis, porque são inteligentes o suficiente para perceber que quando alguém para ou tira tempo para apreciar arte, a última coisa que quer é que o que é representado não seja mais do que uma hiperbolização do que há de mau na vida. 


9 - O cinema independente faz o culto do feio. O cinema pornográfico segue a linha artística clássica, e aposta na representação do belo de uma forma sóbria e com técnica. Técnica, sim! Pensam que não é preciso técnica para operar um ato de sedução altamente elaborado como são a maioria dos que ocorrem nos filmes pornográficos? Aprendam, pá!


10 - O expoente máximo em termos de beleza feminina no cinema independente é a Charlotte Gainsbourg, e os apreciadores deste tipo de cinema, assim como os seus produtores, querem convencer-nos de que ela é mais do que uma anorética cadavérica com cara de Manuela Ferreira Leite. Mais uma vez, é preciso explicar porque é que o cinema pornográfico é superior?

 

Ricardo Lopes

 

 
Vá lá, siga-nos no Facebook! :)
visite-nos em: PensamentosNómadas